Uma pesquisa qualitativa realizada com 350 pessoas de diversos setores, como empresários, economistas e políticos, aponta que há um grande desconhecimento dos entrevistados em relação à realidade dos povos indígenas.

O levantamento também mostra um desinteresse e rejeição aos direitos indígenas, especialmente quando se trata do direito à terra. A pesquisa foi realizada numa parceria entre a empresa Amoreira Comunicação, a Ipsos (especializada em inteligência de mercado) e a Fundação Getúlio Vargas. O trabalho também incluiu a análise de quase 10 milhões de posts nas principais redes sociais.

A conclusão é que, quando os temas indígenas são abordados entre pessoas “não engajadas” com as causas dos povos originários, os direitos indígenas são vistos como algo que se contrapõe aos direitos de outros segmentos da população geral. A avaliação é de um espaço de disputas em que, “se o outro ganha, sou eu quem perco”.

 

jornal O Estado de S.Paulo