O último treinamento do Paris Saint-Germain antes do duelo contra o Real Madrid trouxe uma boa notícia com relação aos relacionados. Na véspera do jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, o atacante Neymar foi a campo nesta segunda-feira e participou com os companheiros da atividade, aberta à imprensa por 15 minutos.

Depois de dois meses e meio de recuperação de uma lesão no tornozelo esquerdo, Neymar, a princípio, está pronto para ir a campo no duelo desta terça-feira. Mesmo relacionado pelo técnico argentino Mauricio Pochettino, a imprensa francesa, porém, indica que o jogador brasileiro não deve ser titular no confronto, uma vez que não teria condições de atuar durante toda a partida.

Quando ainda jogava pelo Barcelona, Neymar enfrentou o Real Madrid em oito oportunidades (sete delas pelo Campeonato Espanhol e uma pela final da Copa do Rei) e saiu com a vitória em quatro delas, ou seja, venceu 50% dos duelos, em seus quatro anos de Espanha. O time de Madri, por sua vez, venceu três vezes jogando contra Neymar e um outro confronto terminou empatado em 1 a 1.

Anos depois, já atuando pelo Paris Saint-Germain, Neymar chegou a enfrentar o Real Madrid em duas oportunidades, mas em nenhuma delas o resultado foi o que o jogador esperava. Na temporada 2017-2018, os times estiveram frente a frente também na fase de oitavas de final da Liga dos Campeões. No primeiro jogo, mesmo com Neymar em campo, o PSG foi dominado em pleno estádio Santiago Bernabéu, em Madri, e acabou perdendo por 3 a 1. Na volta, em Paris, o brasileiro ficou de fora pois havia fraturado o quinto metatarso e viu, das arquibancadas, seu time perder novamente, dessa vez por 2 a 1, e ser eliminado.

A segunda vez que o caminho das equipes se cruzou foi pela fase de grupos da Liga dos Campeões na temporada 2019-2020. No primeiro confronto, Neymar estava suspenso por indisciplina e não esteve em campo na partida em que o Paris Saint-Germain acabou derrotado por 3 a 0. Já no segundo jogo, o camisa 10 atuou durante o segundo tempo e as equipes terminaram empatadas em 2 a 2.

DESFALQUE – Sergio Ramos, por sua vez, perderá a primeira oportunidade de reencontrar o seu ex-clube. O zagueiro espanhol, fora da lista de relacionados, foi o único atleta do elenco a não ir a campo na atividade desta segunda-feira, ainda se recuperando de nova recaída da lesão na panturrilha.


(Divulgação PSG)

Quem esteve presente no treinamento desta segunda-feira foi o presidente do clube, Nasser Al Khelaifi, que cumprimentou os atletas antes da atividade em clima de decisão. Após uma fase de grupos sem grande brilho, o Paris Saint-Germain avançou às oitavas de final na segunda posição do Grupo A e agora mergulhará novamente no sonho de ser campeão europeu, desta vez apostando no trio Messi, Neymar e Mbappé como diferencial.

Agência Estado