Machu Picchu, localizado no Peru, está entre os locais mais conhecidos do mundo. É um símbolo do Império Inca e uma das atrações mais visitadas da América Latina.  Mas um novo estudo revelou algo surpreendente sobre o local: as ruínas podem estar sendo chamadas pelo nome errado há mais de cem anos devido a um simples mal-entendido.

 

(foto: Banco de Imagens)

Após analisarem documentos históricos, autores do estudo descobriram que o local era chamado apenas de Picchu, ou Huayna Picchu, já que essa denominação está presente em documentos dos séculos 16 e 18.  Após ‘redescobrir’ as ruínas em 1911, que foi abandonada após a morte de seu último imperador em 1533, o historiador Hiram Bingham a batizou de “Macho Pischo”, e desde então ficou conhecida mundialmente por Machu Picchu.

 

 

Da Redação