O apego exagerado aos bens materiais é um vício quase incurável, segundo Aristóteles. Gabriel Chalita nos leva a refletir: o que eu faço com aquilo que tenho? Eu sirvo ao dinheiro ou o dinheiro me serve? Imperdível essa conversa. Confira!