Morreu ontem, no Rio, aos 82 anos, a atriz carioca Marilu Bueno. A artista começou a trilhar seu caminho profissional em 1960, com a estreia no cinema.

Na TV foi em 1972 que Marilu começou a realizar papéis inesquecíveis na televisão. Ela foi a governanta Olívia nas duas versões de “Guerra dos Sexos”. Na sua última interpretação, em “Salve-se Quem Puder”, de 2020, foi Dulce, parte de um triângulo amoroso.

Desde o fim de maio, Marilu Bueno estava internada no Hospital Municipal Miguel Couto, onde fez uma cirurgia no abdômen. Por causa de complicações no pós-operatório, ela foi levada para a UTI, mas não resistiu.

 

Da Redação