Angeli, criador de persoangens incônicos, anunciou o fim da carreira por problemas de saúde Foto: Reprodução

O cartunista Angeli, de 65 anos, anunciou que vai encerrar a carreira a após o diagnóstico de afasia progressiva primária. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de São Paulo, onde o artista colaborou por mais de 50 anos.

 

 

 

O artista começou no jornal em 1973 com a tira diária “Chiclete com Banana”, publicada na seção de quadrinhos, e ao longo dos anos lançou personagens como Rê Bordosa, Bob Cuspe, Wood & Stock e os Skrotinhos, entre outros.

A afasia é o nome dado a toda e qualquer alteração de linguagem, afeta a capacidade de escrever e de se comunicar de forma geral.Recentemente, o ator Bruce Willis anunciou sua aposentadoria da atuação após diagnóstico da mesma doença.

Arnaldo Angeli Filho nasceu em 31 de agosto de 1956, em São Paulo. Publicou seu primeiro desenho aos 14 anos na extinta revista Senhor.

Além da atuação por mais de 50 anos na Folha de São Paulo, Angeli também teve seus trabalhos publicados pelas revistas Linus, de Milão; El Vibora, de Barcelona; Humor, de Buenos Aires, e no jornal Diário de Notícias, de Lisboa. É um dos idealizadores e editores do projeto Baiacu.